Para os turistas que querem passar por Morro de São Paulo devem pagar R$ 30,00 como taxa de visitação. Essa taxa é  conhecida como TUPA abreviado, ou Tarifa por uso do Patrimônio do Arquipélago.

Para os visitantes até 5 anos e acima de 60 anos serão isentos da taxa. Pesquisadores da fauna e flora do município também serão isentos, mediante comprovação, assim como profissionais à trabalho em Morro de São Paulo. Terão direito à meia entrada no estudantes, pessoas que tem necessidades especiais e pessoas cadastrados em programas sociais de baixa renda, desde que comprovem tais condições.

A cobrança é feita no píer de embarque e desembarque ao chegar na ilha, uma única vez por pessoa sem contar dias. Desde agosto de 2021, o pagamento dessa taxa pode ser realizado a travez do aplicativo da Prefeitura de Cairú, chamado "TUPA", o aplicativo tem como objetivo de evitar filas e esperas dos visitantes, podendo antecipar a realização do pagamento da taxa antes de chegar em Morro de São Paulo.

taxa de patrimonio de Morro de São Paulo - Cairu

Porque devo pagar essa taxa?

A Prefeitura de Cairú utiliza o valor arrecadado a ações voltadas ao manejo, transbordo, transporte, triagem e compostagem até a destinação final do lixo sólido das ilhas cairuenses. Além disso, o recurso permanece sendo implementado na manutenção e preservação dos terminais hidroviários, monumentos históricos, praças, vias de acesso, praias e biomas próprios do arquipélago.

Se você planeja visitar o Morro de São Paulo, já pode ir separando R$ 50,00 por pessoa. A gente sente um pouco no bolso, mas quando os recursos são bem aplicados, vale a pena colaborar com a preservação para que o lugar continue sempre lindo na proxima vez que você voltar, legal?

Morro de São Paulo - Patrimonio historico

A idéia da prefeitura é ampliar a cobrança da taxa para outros destinos dentro do município. Como a ilha de Boipeba, a praia de Garapuá e o centro histórico de Cairu também cobrariam a visita.

A mudança de valor da taxa de R$30,00 para R$3=50,00, começou a valer a partir de 1º de Janeiro de 2024, que segundo a prefeitura é promovida pelo aumento de despesas para preservação e manutenção das localidades que compõem o município de Cairú”, informou a prefeitura de Cairú, em uma nota.